BAR NUMERO recebe FESTIVAL DE MARGARITAS nesta semana…BNPRESS conta pra você !!!

De 3 a 12 de outubro, chef Victor Vasconcellos e o mestre Derivan de Souza convidam o chef Dagoberto Torres, do Suri Ceviche Bar, para preparar um menu de ceviches e tiraditos para acompanhar o Festival de Primavera de Margaritas

 

O Bar Numero, sob o comando do chef Victor Vasconcellos e do mestre Derivan de Souza, convida o chef colombiano Dagoberto Torres, do Suri Ceviche Bar, para um festival de ceviches e tiraditos que acontece entre 3 a 12 de outubro. O menu traz três ceviches e três tiraditos, variações do ceviche de influência oriental, todos servidos em pequenas porções, ideais para compartilhar. Na mesma ocasião será lançado o Festival de primavera de Margaritas, que traz releituras do drinque clássico mexicano feitas com ingredientes gourmets.

 

O chef Dagoberto Torres trouxe para São Paulo uma nova forma de se apreciar o ceviche, que vem cada vez mais conquistando o paladar dos brasileiros. O menu do Suri apresenta o prato, normalmente preparado à base de peixes e frutos do mar marinados com limão e pimenta, em diversas versões. Entre os ceviches do cardápio que serão servidos no Bar Número está o Clasico (R$ 31), a receita mais popular peruana, feita com peixe branco, cebola roxa, coentro e milho, e outras mais autorais, caso do Mediterráneo (R$ 35), de inspiração italiana, com camarões, polvo e lula com tomates salteados, manjericão e azeite de pepperonccino. Mais inusitado ainda é o Tierra y mar (R$ 37), que traz atum com bacon em cubos, sour cream, tomate cereja e pimenta rocoto.

 

Variante do ceviche criada pelos japoneses que imigraram para o Peru, os tiraditos são feitos com o peixe cortado em tiras, assim como o sashimi, e marinado por menos tempo. Entre eles está o Chingón (R$ 26, foto acima, à esquerda), de peixe branco com pimenta chipotle, tomate verde, azeite, cebolinha, limão e coentro, de sabor levemente defumado por conta da pimenta chipotle. Também compõe o menu o Del santo (R$ 24), de peixe branco com pimenta de cheiro e dedo de moça, azeite de capim santo, coentro e limão, e o Nikkei (R$ 23), de peixe branco com molho de missô e habanero, coentro e lâminas de abacate.

 

Primavera de Margaritas no Bar Numero

No clima da primavera, o Bar Numero arma festival de Margaritas durante o mês de outubro. Fazendo uma releitura do coquetel, o mestre Derivan de Souza criou novas receitas com ingredientes gourmets de diversas partes do mundo. Entre os produtos que dão um toque de sofisticação às margaritas estão os sais importados do Himalaia, sal negro do Havaí, flor de sal francesa e sal defumado da África do Sul. Trazendo uma primavera refrescante, as margaritas do Numero têm sabor especial, sem perder o gosto característico da tequila.

 

Contemplando os diferentes paladares, são apresentadas quatro novas versões da tradicional bebida mexicana: a La Passion Margarita (R$ 38, foto à direita), feita com maracujá e pink salt Himalayan, a Paloma Margarita (R$ 38), preparada com tamarindo e Hawaiian Black lava salt, a Mandarina Margarita (R$ 38), que mistura suco de tangerina e flor de sal francês natural, e a Grand Margarita (R$ 38), de suco de lima da pérsia e limão siciliano com smoke salt da África do Sul. “Pela alta aceitação da bebida destilada pelos clientes, resolvi criar drinques diferenciados ao paladar”, afirma o barman.

 

O festival das Margaritas acontece no Bar Numero apenas no mês de outubro. Arriba!

Sobre Dagoberto Torres:

Nascido em Chaparral, no interior da Colômbia, Dagoberto Torres cresceu entre a pequena cidade e o campo, na fazenda da família. Aos 30 anos, é ele quem comanda a cozinha do Suri Ceviche Bar, restaurante que apresenta o ceviche com múltiplas influências, numa abordagem contemporânea até então inédita no Brasil. A cevicheria é a realização de um sonho do chef, que se formou Técnico profissional em cozinha pelo SENA, prestigiada universidade pública de gastronomia em Bogotá, e depois de estagiar em diversos restaurantes e hotéis em seu país, viajou pela América Latina em busca de referências. Em São Paulo, trabalhou um ano no D.O.M e foi lá que percebeu que seu negócio era definitivamente a cozinha latina.

 

Sobre o Suri Ceviche Bar:

 

O Suri Ceviche Bar traz para São Paulo uma nova forma de se apreciar o ceviche, que vem cada vez mais conquistando os brasileiros. No cardápio do chef Dagoberto Torres, o prato normalmente feito à base de peixes e frutos do mar cozidos no limão ganha diversas versões, numa abordagem contemporânea, inédita no Brasil. Se o ceviche mais conhecido é o do Peru, ao longo dos séculos ele foi se espalhando por todo o Pacífico e ganhando sabores e ingredientes locais. É nesse ceviche atual e multicultural que se baseia o cardápio do Suri, que explora também outros pratos do vasto receituário latinoamericano. Completam a proposta da casa, preços justos e ambiente descolado, com destaque para o balcão que permite ao cliente acompanhar o preparo do prato.

 

Serviço:

Numero (120 lugares)

www.barnumero.com.br

Endereço: Rua da Consolação, 3585 – Jardim Paulista.

Informações e reservas: 11 3061-3995

Horário de funcionamento: terça a sábado das 19h ao último cliente

Cartões de crédito e débito: todos

Acesso e banheiro adaptado para deficientes

Estacionamento com manobrista: R$ 20

image002

 

divulgação

~ por EVANDRO NICHETTI em outubro 9, 2013.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: