Alê Jordão é destaque da exposição “Modernos/Contemporâneos: design brasileiro de móveis”

Artista expõe três peças na exposição que a galeria Bolsa de Arte, em São Paulo, abre na terça-feira, 03 de junho

São Paulo, junho de 2013 – O artista plástico Alê Jordão é um dos destaques da exposição “Modernos/Contemporâneos: design brasileiro de móveis”, que a galeria Bolsa de Arte inaugura na terça-feira, 3 de junho, às 18h30. Alê leva três de suas obras para a exposição.

 

A mostra tem curadoria de Alberto Vincente e Marcelo Vasconcellos, sócios do MEMO, no Rio de Janeiro, e reunirá peças de alguns dos nomes mais expressivos do design brasileiro, desde representantes do período moderno das décadas de 1940, 50 e 60 até protagonistas consagrados da cena contemporânea e nomes das novíssimas gerações. O critério que norteia a mostra é o caráter pouco óbvio do que será apresentado neste panorama.

Entre as 50 peças, além das obras de Alê Jordão, serão expostas peças de Joaquim Tenreiro e uma rara cômoda da fábrica Cimo. Entre os contemporâneos há lançamentos como a série “Palafitas” de Brunno Jahara, de peças únicas em acrílico e bambu, a mesa lateral da série “Desconfortáveis” dos Irmãos Campana e uma cópia de autor do banco produzido exclusivamente para a Casa Daros pela Ofinica Ethos, todos de tiragens limitadas.

“Por trás de toda essa produção, está o pensamento criativo e por vezes uma visão artística do designer sobre aspectos das nossas necessidades e do cotidiano. As soluções formais de cada época dependem dos recursos disponíveis, e as reflexões sobre o que fazer também se pautam pelo contexto temporal, mas o que nos interessa é a essência do que torna cada peça atemporal, e o panorama histórico ajuda a desvendar isso”, diz o curador Marcelo Vasconcellos.

O galerista Jones Bergamin, da Bolsa de Arte, corrobora: “O móvel, dependendo de sua concepção, se relaciona naturalmente com o mercado de arte. No caso dos modernos, as peças vintage pela sua maestria – apesar de não almejarem na época essa associação direta – e também pela raridade. Os contemporâneos já com uma visão que insere o móvel e o objeto em uma lógica escultórica, icônica, subjetiva. A curadoria foi muito feliz em juntar esses dois momentos tão prósperos da produção nacional e provocar essa interpretação cruzada.”.

Modernos/Contemporâneos: design brasileiro de móveis @Bolsa de Arte São Paulo
Abertura: 03 de junho, às 18h30
Período expositivo: de 04 de junho a 29 de julho
Endereço: Rua Rio Preto, 63 – Jardim Paulistano
Telefone: (11) 3062 2333
De segunda a sexta-feira das 10h às 18h. Sábados das 10h às 14h.
Entrada gratuita

img

“Poltrona MINI and steel”, de Alê Jordão 

divulgação BNPRESS MEDIA SP

~ por EVANDRO NICHETTI em junho 3, 2014.

 
%d blogueiros gostam disto: